ESTRATÉGIA DE DESENVOLVIMENTO

  • Minas de Carvao

O teor de cinzas nos carvões existentes no país recomenda que sua aplicação se efetive mais próxima possível de seu local de extração, o que direciona seu consumo para a geração de energia elétrica em usinas termelétricas. Esta vocação, aliada ao esgotamento previsto para os próximos anos do aproveitamento hidrelétrico competitivo, direcionou o setor a inserir em seu planejamento de longo prazo a expansão da geração termelétrica a carvão, por meio da ampliação do atual parque gerador, de 1.050 MW para 7.150 MW até 2010.

A COPELMI procura pautar seu crescimento dentro desta estratégia, ampliando, através de pesquisa, suas reservas de carvão e buscando parcerias no desenvolvimento de usinas termelétricas a carvão no Estado do Rio Grande do Sul e no Brasil.

Apoio

Conheça as iniciativas sociais

Saiba mais sobre sustentabilidade

Apoio

instituicao_300x250

Conheça as iniciativas sociais

Saiba mais sobre sustentabilidade